Gestores não entendem geração Y, diz pesquisa

16.09.2014
|
0 Comentários
|
gestores-nao-entendem-geracao-y-diz-pesquisa

O estudo foi realizado com 15.676 jovens profissionais, sendo 68% trainees e 32% estagiários

Uma pesquisa realizada pelas consultorias LAB SSJ, Clave e Idee, realizada com jovens profissionais e gestores de empresas, revelou que o estereótipo sobre a geração Y (pessoas nascidas a partir de 1979) está mais enraizado na mente dos gestores do que nas aspirações e atitudes dos jovens.

O estudo foi realizado com 15.676 jovens profissionais, sendo 68% trainees e 32% estagiários, de todas as regiões do Brasil. Entre os gestores, responderam 362 pessoas.

Para chegar as conclusões, os responsáveis pelo estudo perguntaram aos jovens profissionais sobre seus interesses ao se candidatar a um processo seletivo e o que esperavam das empresas contratantes. Para os gestores, foram questionados sobre o que pensavam sobre os “Ys”.

Segundo os autores da pesquisa, diante das respostas dos participantes, foram identificados padrões de comportamento opostos ao senso comum dos gestores sobre jovens.

Para esses executivos, os maiores desejos da geração Y são status e possibilidade de ascensão rápida. Já os jovens responderam que era a possibilidade de criar, inovar e assumir novos desafios.

Também foi possível perceber que líderes tentam lidar com um perfil em sua forma mais estereotipada, que não condiz com a realidade do cotidiano.

Além disso, foi possível constatar como os gestores não imaginavam que esses jovens profissionais, na verdade, desejam estabilidade no emprego.

Fonte: folha.uol.com.br

Deixe uma resposta