Como fazer um balanço de 2012, junto com a equipe?

16.09.2014
|
0 Comentários
|
como-fazer-um-balanco-de-2012-junto-com-a-equipe

Algumas sugestões para você líder, rever os pontos de sua gestão com a sua equipe.

Por Patrícia Bispo

Mais uma vez, as pessoas repetem aquela conhecida frase: “O ano passou voando!”. E quando nos reportamos à realidade que envolve nossas atividades corporativas, essa citação parece ainda mais verdadeira. Onze meses dão uma boa margem para sentar com sua equipe e juntamente com sua equipe o gestor avaliar os principais fatos que marcaram 2012. Não se trata de uma avaliação de desempenho coletiva, mas sim um convite para que os membros do time reflitam sobre o que ocorreu e os resultados que foram alcançados seja individual ou coletivamente. Segue abaixo, algumas sugestões para você líder, fazer esse convite à sua equipe e aproveitar a oportunidade para rever os pontos de sua gestão. Vamos lá?

1 – Obviamente que o primeiro “passo” a ser dado é fazer o convite à sua equipe. Para isso, envie um e-mail aos membros da sua equipe para avisá-los com antecedência sobre a reunião. Isso permitirá que todos se preparem e não deixem pendências para a última hora. É interessante escolher um dia e horária em que o movimento seja mais tranquilo, pois isso evitará interrupções indesejadas.

2 – Deixe claro o objetivo da reunião e peça que cada leve, pelo menos, um ponto que considerou marcante no transcorrer de 2012 que tenha sido relevante tanto do ponto de vista individual e coletivo.

3 – Valorize a pontualidade para iniciar essa reunião, pois ela poderá ser uma referência para suas futuras decisões para o ano que se aproxima. É relevante que o local também seja adequado, ou seja, se possível uma sala que ofereça cadeiras para todos da equipe. Providencie também papel e canetas, caso alguém precise fazer alguma anotação e não tenha levado o material necessário.

4 – Comece a reunião, agradecendo a presença de todos e explicando o objetivo do encontro, dessa vez pessoalmente. Saliente que não se trata de uma avaliação de desempenho e que todos estão ali para serem ouvidos e terão espaço para apresentar suas opiniões.

5 – Como líder, cabe a você pontuar os fatos que foram mais relevantes para a equipe ao longo de 2012. Vale registrar tanto acontecimentos positivos quanto os considerados negativos.

6 – Se você espera que os liderados deem suas opiniões, dê o exemplo. Ou seja, além de citar os fatos marcantes, mostre seu ponto de vista e apresente argumentos plausíveis. Mostre-se que essa é a sua visão e que espera que todos apresentem seus posicionamentos, afinal você depende da sua equipe alcançar resultados e não apresentaria resultados à empresa se eles não estivessem ao seu lado.

7 – Deixe a palavra com o time e pergunte se alguém gostaria de falar primeiro. Caso a equipe mostre-se tímida, pergunte o que eles acharam dos fatos que você citou no início dos trabalhos. De forma “light” comece a perguntar às pessoas que geralmente são as que mais gostam de falar no dia a dia. Talvez elas só precisem de um incentivo para apresentar suas opiniões sobre o ano de 2012.

8 – Tente tornar a reunião numa conversa agradável, em que todos possam se expressar. Quando um colaborador concluir sua fala, observe se alguém se mostrou interessado no assunto e aproveite com a deixa “E você fulano, o que pensa sobre o assunto? Tem algo a acrescentar?”. O importante é que a reunião não caia no marasmo e tampouco se torne improdutiva.

9 – Peça sempre sugestões para a melhoria dos processos. Se um projeto foi considerado positivo, ótimo. Existe algo que poderia ter sido acrescentado e que só foi percebido após a sua conclusão? Para os pontos negativos, onde foi que a equipe errou? Houve falha de comunicação, por exemplo? Faltou infraestrutura da empresa para garantir o êxito do processo? Lembre-se de que essa reunião não é uma avaliação de desempenho, mas sim um balanço do que ocorreu durante todo o ano. Com base nessas informações, você poderá traçar novas estratégias para que a performance da sua equipe melhore.

10 – Ao término dos trabalhos, lembre à sua equipe que você está disponível para tocar ideias não apenas naquele momento, mas no dia a dia. Certamente, nem todos os presentes terão o tempo necessários para falar o que queriam ou, então, preferem conversar reservadamente com você. O importante é fortalecer o canal de comunicação com os liderados. Lembre-se de que você não terá uma “bola de cristal” para consultar quando 2013 chegar!

Fonte: rh.com.br

Deixe uma resposta